• 22 de November de 2017
  • LANGUAGE:
    • English
    • Español
    • France
    • Chinese
ONDE IR? COMO IR? O QUE FAZER? COMECE A VIAJAR AQUI...

JAIPUR

image image

A cidade rosa. A cidade dos marajás. A cidade das joias. A cidade da seda... Mil adjetivos podem dar uma pálida ideia do que é esta que é a primeira cidade planejada da Índia. Mas nada se compara ao momento em que você vê e sente a cidade pulsando.  Rosa, na Índia, é a cor da boas-vindas, da generosidade! Em 1876 o marajá Sawai Ram Singh determinou que Jaipur fosse pintada dessa cor para a visita oficial do príncipe Albert, do Reino Unido. Desde então, ela ficou conhecida pela cor.

Minha chegada à caótica e esplendorosa Jaipur foi um impacto sob vários aspectos. Já havia visitado a Índia anteriormente mas foi a primeira vez que estive em Jaipur.  Para cada lugar que olhava, algo marcante passava. Nos telhados, simpáticos macacos passeiam. Nas avenidas, uma verdadeira procissão marca a homenagem a alguns dos 300 milhões de deuses e divindades. Nas ruelas, rick-shaws passam entre a multidão. No comércio, turistas e moradores se misturam na profusão de produtos e temperos, sapatos.  Apesar de ser o outono, os termômetros giravam em torno dos 30 graus. Calor? Nenhum, se considerar que, de maio a agosto as temperaturas passam fácil dos 40 graus.

Mesmo com tudo parecendo fora de lugar, animais convivem com seres humanos, bicicletas, carros, mercadores no meio de largas avenidas, estranhamente tudo parece em harmonia. Então, abra seu coração, limpe sua alma de preconceitos ocidentais, espante o choque cultural e se entregue a esta cidade... E pode andar sem medo. Mesmo sozinho, pelo comércio. O maior risco é eventualmente ser atropelado por um rickshaw ou dar de cara com um touro o que na Índia é sinal de boa sorte! Namastê!

E não saia de Jaipur sem visitar o espetacular Palácio dos Ventos, totalmente rosa com centenas de janelas, e fazer um passeio de elefante no centenário forte de Amber. Neste meio tempo é obrigatório conhecer a cidade da forma mais típica: a bordo de um rick-shaw, aquela espécie de triciclo-táxi. Não, não fique triste com o esforço que o rapaz que vai pedalando fará ao transportá-lo pelas congestionadas ruas de Jaipur. O turismo e o rickhaw são uma grande fonte de renda para os locais. 
NOTA DO EDITOR: O Que Vi Pelo Mundo viajou a convite do Governo da Índia e da Indo Asia Tours e assistência de viagem da Travel Ace.
Assista também:

Nova Delhi
Agra

Aurangabad
Mumbai


NOTA DO EDITOR: O Que Vi Pelo Mundo viajou a convite do Governo Indiano e da Indo Asia Tours  e com assistência de viagem da Travel Ace

GALERIA DE IMAGENS CLIQUE PARA AMPLIAR AS IMAGENS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
O QUE É IMPERDÍVEL
image
image
image
image
O QUE COMER E BEBER
image
image
image
image
ONDE FICAR
image
image
O QUE COMPRAR
image
image
image
NOTÍCIAS

VÍDEOS