• 16 de July de 2018
  • LANGUAGE:
    • English
    • Español
    • France
    • Chinese
ONDE IR? COMO IR? O QUE FAZER? COMECE A VIAJAR AQUI...

LUCERNA

image image

Lucerna - Suíça. Pela janela do carro os alpes. Suíços, claro! Quanto mais subimos, mais alvos, mais alpes! Acabamos de deixar o pequeno vilarejo de Tengen, próximo à fronteira entre Alemanha e Suíça. Jamais esqueceremos a primeira visão de Lucerna. Até porque a cidade se confunde com seu magnífico e gelado lago. Uma pintura!

Aí você pergunta: tudo funciona mesmo na Suíça? Igualzinho a um relógio. Suíço, claro. E funciona seja debaixo de muita neve ou de muito sol! Começa que, para nós brasileiros, a Suíça tem cheiro, gosto e rosto de coisa boa. Quem não adora comer chocolate vendo a neve cair? O que? Nunca viu a neve caindo? Creia: com sol, é algo único! Sim, o tempo na Suíça engana.

De dentro do hotel você vê aquele céu azulzinho com tudo branquinho de neve. Lá dentro é gostoso. Lá fora, as temperaturas podem chegar a menos 10, 15 graus centígrados! Instalado no icônico hotel Schweizerhof, esfrego os olhos com o sol forte refletindo no lago. Acalentado por uma xícara de chocolate quente, sou mais uma testemunha privilegiada: o hotel funciona aqui há mais de 170 anos. Sob o comando da família Hauser desde 1861, o prédio parece uma obra de arte, um relógio simétrico e dinâmico a medir o tempo de Lucerna.

“Você chuta as folhas e a magia se vai”. A frase, inscrita na cabeceira de minha cama, é do cantor e compositor canadense Daniel Powter. Em cada um dos 101 quartos, há algo único deixado por cada um de seus hospedes ao longo dos anos. Leon Tolstoy e Mark Twain estiveram aqui. Winston Churchill também. Todos vieram por conta da tranquilidade e beleza de Lucerna. A famosa ponte da Capela e sua Torre d’água são exemplos perenes deste clima de paz e estética perfeitas. A poucos passos do hotel, a velha ponte tem antiquíssimos afrescos pintados a mão em toda a sua extensão. Talvez por isso, desde 1840, Lucerna atraia turistas de todo o mundo faça frio ou faça calor. Está nevando? Então aproveite e pegue um barco para conhecer o belo lago formado pelo rio Reuss e emoldurado por montanhas onde nascem os cartões postais. Torça para que continue nevando enquanto você entra “ao vivo” via celular, mostrando aos seus amigos que está no meio de um lago nos alpes com internet que não cai! Dependendo da época do ano, há cruzeiros que singram as águas do lago de Lucerna durante a noite em direção ao pequeno povoado de Kussnacht. 

Aliás, é lá que acontece a maior festa em homenagem a Papai Noel em toda a Europa. Detalhe: o passeio de barco dá direito a um delicioso e reconfortante fondue, o prato nacional suíço. Vai com crianças? Aproveite e conheça tudo sobre o danado de gostoso chocolate suíço no Museu dos Transportes de Lucerna. É que em meio a vagões de trem do século passado e composições de trens elétricos modernos, você vai entender porque a Suíça, sem produzir um único fruto de cacau, virou a rainha mundial do chocolate. Fique deslumbrado com um resort “a la 007”, construído no meio das montanhas e que dependendo da época do ano, você só atinge de funicular.

Flutuando 500 metros  acima do lago de Lucerna, o Bürgenstock resort é um lugar que você não acredita ser real. Charlie Chaplin, Kofi Anan e Jimmy Carter circularam por aqui. Audrey Hepburn, a queridinha do cinema mundial, se casou aqui. Histórias de contos de fadas. Contos de fadas reais que aconteceram e continuam acontecendo em Lucerna. Claro que eu não falamos sobre os esportes de inverno como esqui, esquibunda, motor neve e outros... Mas isso você já sabia que existe por lá...

Os jornalistas Paulo Panayotis e Adriana Reis viajaram a convite do escritório de turismo de Lucerna, representado no Brasil por Vanda Catão e seguro viagem Travel Ace.

 

GALERIA DE IMAGENS CLIQUE PARA AMPLIAR AS IMAGENS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
O QUE É IMPERDÍVEL
image
image
image
image
image
image
image
image
image
O QUE COMER E BEBER
image
image
image
image
ONDE FICAR
image
image
O QUE COMPRAR
image
image
image
NOTÍCIAS