• 15 de December de 2019
  • LANGUAGE:
    • English
    • Español
    • France
    • Chinese
ONDE IR? COMO IR? O QUE FAZER? COMECE A VIAJAR AQUI...

O QUE É NOTÍCIA

Hospitalidade à moda inglesa com sotaque latino

Hospitalidade à moda inglesa com sotaque latino

Por: Adriana Reis Categoria: Colunista

Londres – Inglaterra – Era uma vez várias casas vitorianas que se transformaram num dos hotéis mais charmosos no elegante bairro de South Kensington, pertinho da Harrods, em Londres. A história poderia começar assim... Mas o conto de fadas entra agora na melhor parte.


Foto 1 - | Sacada de uma das suítes do hotel 

Muitos anos e milhares de libras esterlinas depois, o hotel The Kensington acaba de ser eleito o melhor hotel urbano do Reino Unido, pela Condé Nast Johansens, que elege os melhores hotéis do mundo em várias categorias. Eu também votaria nele depois da minha surpreendente estadia por lá.


Foto 2 - | Minha suíte 

Explico as razões do meu voto. Chego para o check in e recebo a confirmação do meu chá da tarde no The Ritz Hotel. Na correria, o jornalista Paulo Panayotis, que integra a equipe desta viagem, não trouxe gravata. Durante o check in o simpático atendente Kurt me ajuda com a mala, enquanto olho para a gravata dele. Era a cor exata!  Na recepção, explico que preciso de uma gravata em dez minutos. Vamos combinar que, mesmo em Londres, não é tempo suficiente para alguém sair e comprar.  A recepcionista chama a supervisora, que é russa! Mas, curiosamente ao ver os nomes nos passaportes, começa a falar em grego! Conto sobre a exigência da gravata para o compromisso, enquanto Kurt diz que não tem permissão de trabalhar sem ela. Subo para deixar as malas e sair. A campainha toca e Kurt, gentilmente, aparece com uma gravata na mão. Não preciso falar mais nada sobre o atendimento no #TheKensington. É amor à primeira vista!


Foto 3 - | Chá da tarde no Hotel Ritz de Londres 

Não conhecia os hotéis da  Doyle Collection. O grupo de hotéis de luxo chamado antes de Jurys Doyle Hotels reúne oito propriedades em cinco cidades na Irlanda, Reino Unido e EUA.


Foto 4 - | Suíte no hotel The Marylebone 

Mas o melhor de tudo é que as surpresas não param por aí. Há um ar familiar por toda a propriedade. Na realidade, a junção das townhouses (casas inglesas de estilo vitoriano) para serem convertidas em um hotel aconteceu em 1920. Inicialmente eram três andares, hoje são cinco, por onde estão distribuídos 126 quartos e 24 suítes.


Foto 5 - | Minha suíte no hotel The Kensington 

O milionário projeto de reforma, modernização e redesign foi feito pelos escritórios de arquitetura Sheehan and Barry e Alexander Waterworth Interiors (AWI), mas a supervisão geral e todos os detalhes foram acompanhados pessoalmente por uma das proprietárias: Bernie Gallagher. Nada como o olho do dono, ou melhor, da dona.  


Foto 6 - | Uma das lareiras no hotel The Kensington

Com um sorriso, Anna Preston fala sobre a história da Doyle Collection. Esta carioca, que trocou o calor e o sol do Rio de Janeiro pela chuva e o frio de Londres, hoje cuida da comunicação e das vendas. A entrevista passa da experiência no hotel, à vida em Londres e aos investimentos do grupo para atrair o mercado brasileiro.


Foto 7 - | Lareira na chegada no hotel The Bloomsbury 

O diretor geral do The Kensington, Francesco Sardelli, chega e, aos poucos, começo a compreender o que há por trás da hospitalidade e da excelência aqui. “Gosto de trabalhar e busco deixar os funcionários à vontade”, explica.  Este italiano, que há trinta anos trocou as terras romanas pelas terras da rainha, conserva a forma de acolher à moda italiana. E isso permeia toda a equipe. Todos muito gentis, rápidos, simpáticos e sempre dispostos a ajudar sem o excesso de formalidade inglês. Uma receita perfeita para os brasileiros que gostam da sofisticação da hotelaria de luxo sem perder a sensação de estar em casa.


Foto 8 | Lareira no hotel The Kensington 

O café da manhã é à la carte, uma tendência que, aos poucos, ganha mais a mais adeptos pelo mundo. Em tempos do conceito “menos é mais”, grandes bufês com comida estão cada dia mais fora de moda. Mas nessa transição ainda há algumas opções bem frescas expostas também no balcão do bar.


Foto 9 | Café da manhã no hotel The Kensington 

A decoração é um capítulo à parte. Madame Gallagher fez questão de deixar obras de arte da família, objetos de várias partes do mundo, incluindo porcelana chinesa, tapetes persas e esculturas africanas.  Dá vontade de passar a manhã aqui e deixar os compromissos para lá.  


Foto 10 | Hotel The Kensington 

A primeira coisa que chama atenção na minha suíte é o pé direito de mais de quatro metros de altura. Tons claros e objetos de extremo bom gosto. Sala de estar, bar, espelho, lareira, lavabo, espaço para trabalhar.


Foto 11 - | Sala de estar na minha suíte no hotel The Kensington 

O banheiro é inteiro de mármore, com direito à televisão na banheira.
 

Foto 11 - | Minha suíte no hotel The Kensington 
 

Amenities da marca Aromatherapy.  E detalhe importante, especialmente no inverno: o chão é aquecido.


Foto 13 - | Amenitites 

Outra razão para dar o meu voto é a localização. Dá para ir à pé ao Museu de História Natural, Victoria & Albert Museum, Royal Albert Hall, Hyde Park e às famosas lojas Harvey Nichols e Harrods. “It´s  #sliceofthecity”, (traduzindo: é um pedaço da cidade), como ele mesmo se denomina. Os hóspedes aqui ganham ainda um livreto com descontos em lojas conhecidas. Uma tentação para quem gosta de compras.

THE MARYLEBONE

Me encantei tanto pela Doyle Collection que, antes do meu último compromisso do dia, fui conhecer o Hotel The Marylebone, pertinho da famosa Oxford Street. Enquanto o estilo do quarto aqui segue a linha dos demais hotéis, o astral é de badalação.


Foto 14 - | Hotel The Marylebone 

Há uma movimentação no bar, no lobby, no restaurante. Hóspedes e moradores disputam mesas e drinques incríveis. “It´s #cool!” No caminho para o bar, vejo uma mini destilaria de gin. Sim além de serem top, eles fabricam o próprio gin. Pena que não deu nem tempo de provar. Mas sai de lá com vontade de voltar


Foto 15 - | Destilaria de gin no hotel The Marylebone 

THE BLOOMSBURY

Sigo para Liverpool e na volta me hospedo no Hotel The Bloomsbury. A reforma aqui ficou sob a responsabilidade do escritório de arquitetura e design McAleer & Rushe. O edifício, projetado em 1928 por Sir Edwin Lutyens para ser o clube central da YWCA (Young Women's Christian Association – Associação de jovens mulheres cristãs), faz parte do Patrimônio Cultural Britânico. A transformação, que precisou seguir uma série de exigências, só aumentou o charme e a elegância a um dos endereços mais prestigiados da capital inglesa. A poucos passos dali estão algumas das maiores obras de arte e relíquias da Humanidade, no Museu Britânico.


Foto 16 - | Entrada do hotel The Bloomsbury  

Se a impressão desde a minha chegada no The Kensington foi boa, aqui só foi uma questão de confirmar o quanto o atendimento é prioridade número um da Doyle Collection. Para não se molhar na fina chuva que caía na capital britânica, guarda-chuvas a postos para os hóspedes. Sou atendida por um recepcionista de origem jordaniana. Como já estive por lá, emendamos um bate papo sobre Petra, as ruínas de Jerash e as belezas daquele país. Frutas frescas e espumante inglês de boas vindas que, dizem, tem disputado lugar com alguns champanhes. Os franceses, claro, não admitam a comparação.


Foto 17- | Minha suíte no hotel The Bloomsbury

A suíte tem tom azul, máquina de café expresso, sala de estar, mesa grande para trabalhar e um banheiro enorme.


Foto 18 - | Banheiro inteiro de mármore no hotel The Bloomsbury 

Pouco tempo depois, a portuguesa Suzana Antunes, responsável pelas relações com os clientes toca a campainha e gentilmente me dá de presente um livro sobre a Jordânia. Hóspede na Doyle Collection é cuidado assim. A falante gerente de vendas, Sarah Falconer, resume a filosofia do lugar. “Cuidamos das pessoas. Dos funcionários aos clientes.”


Foto 19 - | Recepção na suíte no hotel The Bloomsbury 

 O resultado é que esta coleção de hotéis entrou para minha listinha de favoritos e #superrecomendo.

Dicas da Dri

  • Vale a pena tomar café da manhã lá mesmo que não esteja hospedado.
  • O chá da tarde é muito disputado. Então vale a pena reservar com antecedência.
  • Aproveite para tomar um drinque no charmoso K Bar. Eu experimentei um com lavanda.

Serviço:
Endereço: The Kensington - 109 - 113 Queen's Gate, South Kensington   SW7 5LR – London – UK
Informações: https://www.doylecollection.com/hotels/the-kensington-hotel

Endereço: The Bloomsbury 16-22 Great Russe Street – WC1B 3NN – London – UK
Informações: https://www.doylecollection.com/hotels/the-bloomsbury-hotel

Créditos das fotos: Paulo Panayotis | Adriana Reis ©oqvpm

Hotéis da Doyle Collection

Acesse:
Youtube: www.youtube.com/oquevipelomundo
Instagram: www.instagram.com/oquevipelomundo
Facebook: www.facebook.com/oquevipelomundo

A jornalista se hospedou a convite do Visit Britain Brasil com seguro viagem Travel Ace e chip de internet Skillsim.

#thekensington #thekensingtonhotel #doylecollection #sliceofthecity #oqvpmdoylecollection #lovegreatbritain #lovegreatbritainBR #visitbritain #luxuryhotel #oqvpmvisitbritainbr2018 #oqvpmuk2018 #oqvpmeurotrip2018 #oqvpmpresstripvisitbritain2018 #oqvpm #adrianareis #jornalistaadrianareis #oquevipelomundo #jornalistapaulopanayotis #paulopanayotis  #thisislondon  #igerslondon  #unitedkingdom #londres