• 17 de October de 2019
  • LANGUAGE:
    • English
    • Español
    • France
    • Chinese
ONDE IR? COMO IR? O QUE FAZER? COMECE A VIAJAR AQUI...

O QUE É NOTÍCIA

Único no mundo:  Bem-vindo ao “Plaza Athénée”

Único no mundo: Bem-vindo ao “Plaza Athénée”

Por: Adriana Reis Categoria: Hotelaria

Paris - França - A bela e conhecida fachada de toldos e gerânios vermelhos do número 25 da Avenue Montaigne, em Paris resplandece iluminada ao sol de outono.
Foto 1 - | Fachada - ©oqvpm

Estou prestes a descobrir pessoalmente o segredo de ser famoso, desejado, badalado e querido por mais de cem anos. Desde a abertura oficial, em 1913, este é um dos hotéis mais icônicos do mundo. Estou no Plaza Athénée, ‘Plazá’, para os íntimos. 

Suas 208 acomodações, entre 154 quartos e 54 suítes, são disputadas de janeiro a janeiro. Aqui não há baixa temporada. Quem vem uma vez, não vê a hora de voltar. As razões são muitas.


A excelência que o faz ser um dos poucos hotéis “Palace” começa logo na chegada. Gentileza, agilidade e discrição estão por toda parte.

Foi e é sempre assim. Desde os tempos da atmosfera libertária e efervescência intelectual dos anos 20, artistas, estilistas, modelos, poetas, escritores, celebridades e anônimos circulam pelos seus corredores, restaurantes e jardim.


Histórias e curiosidades não faltam. Durante sua estadia, o cantor Michael Jackson, por exemplo, pediu centenas de balões coloridos em sua suíte. Não pense que era para uma festança. Era sim para estourar um a um. A história, que mais parece lenda, é contada durante minha entrevista com o diretor geral do Plaza, François Delahaye.

Este francês de Lille, que ama o Brasil, tem uma trajetória incrível antes e depois de chegar ao Plazá, há vinte anos. Acompanhou toda a evolução da hotelaria de luxo, viu a integração da propriedade à Dorchester Collection, esteve na escolha acertada de trazer o chef Alain Ducasse, participou do fechamento do hotel para a grande reforma em 2014 e diariamente busca modernidade respeitando e mantendo toda a tradição e ‘savoir-faire’. É mesmo um homem de sorte. Sua simpatia e presença permeiam por toda a equipe. É a arte de receber à moda francesa.

A aquisição de um edifício e de duas townhouses, na própria Avenue Montaigne e na Rue Clément Marot, permitiu que o hotel ganhasse mais cinco mil metros quadrados. Sorte nossa. Um time de excelência cuidou de todos detalhes. Os estilos clássicos e art déco ganharam ares de século XXI e o resultado é um show. A ampliação e modernização foi comandada pelo arquiteto Jean-Jacques Ory. O Le Bar  e o restaurante Alain Ducasse au Plaza Athénée, três estrelas Michelin, foram redesenhados pelo estúdio Jouin Manku, de Patrick Jouin e Sanjit Manku.

O designer de interiores Bruno Moinard ficou com a redecoração de áreas comuns. E a decoradora Marie-José Pommereau refez o interior dos quartos e suítes, incluindo a escolha das cores, móveis, objetos e obras de arte. Tudo muito claro, com tons lilás, flores naturais. O que já era bom ficou melhor ainda. Minha suíte, com vista para a torre Eiffel, é um capítulo à parte. A elegância de uma verdadeira “maison française”, com uma sala de estar, escrivaninha, obras de arte, televisão Bang & Olufsen discretamente embutida como um quadro acima da lareira e uma das camas mais confortáveis que já dormi.

As almofadas são delicadamente bordadas por Jean-François Lesage, o mesmo que borda para as grifes Yves Saint-Laurent e Chanel.

Há ainda um amplo closet e um espaço para fazer maquiagem. No banheiro, todo de mármore, as amenities são Guerlain.E para os hóspedes que chegam muito cansados há capsulas gratuitas de aromas para tomar uma duch anti- jet leg. Aromaterapia sem sair do quarto. Um mimo especial para quem vive viajando.

Uma garrafa de champanhe Alain Ducasse me espera com flores. Quer recepção melhor?

E, no dia do check out ainda sou surpreendida com chocolates no formato do meu signo. Essa delicadeza exige uma atenção toda especial de cuidar de cada hóspede de forma personalizada.

Não é apenas o luxo que atrai uma legião de hóspedes cativos e novos clientes ao Plaza Athénée. É um conjunto perfeito, harmonioso com excepcional excelência no atendimento.

No século XX, Grace Kelly, Jacqueline Onassis, Ernest Hemingway, Gertrude Stein, Scott Fitzgerald, James Joyce, Christian Dior, Elizabeth Taylor eram habitués por aqui. No século XXI, Bono Vox, Marc Jacobs, Natalie Portman, Mariah Carey, Jude Law também escolhem o Plazá. Qual o verdadeiro segredo para ser desejado por mais de um século? Ser moderno sem perder a tradição do cuidadoso atendimento personalizado e o ‘savoir-faire’ à moda francesa. Disso o Plaza Athénée entende muito bem. E, cada vez mais revigorado, promete continuar um dos hotéis mais desejados do mundo. Não vejo a hora de voltar ao “Plazá” !

 

Dicas

  • Se não estiver hospedado experimente tomar café da manhã, que é servido no restaurante três estrelas Michelin do chef Alain Ducasse.
  • Se não der, vá apenas tomar um café na La Galerie, logo à direita depois do lobby.
  • O restaurante Relais Plaza é imperdível, mas faça reserva porque as mesas são disputadas.

Serviço:
Endereço: Hôtel Plaza Athénée - 25 Avenue Montaigne - 75008 - Paris - França
Informações: www.dorchestercollection.com/en/paris/hotel-plaza-athenee

Clique aqui e reserve sua mesa no restaurante Relais Plaza.

Créditos das fotos: Paulo Panayotis | Adriana Reis ©oqvpm

@dorchestercollection  #HotelPlazaAthenee #plaza#plazaathenee #dcmoments #ssahao#oqvpmeurotrip2018 #luxuryhotel#oqvpmdorchestercollection#oqvpmssahomkt18#dorchestercollection #oqvpmssahomkt#paulopanayotis #oqvpm #adrianareis#jornalistaadrianareis #francoisdelahaye#oquevipelomundo#jornalistapaulopanayotis#oqvpmemparis #oqvpmnafranca#condenasttraveller #paris #france#igparis #topphotoparis