• 6 de December de 2019
  • LANGUAGE:
    • English
    • Español
    • France
    • Chinese
ONDE IR? COMO IR? O QUE FAZER? COMECE A VIAJAR AQUI...

O QUE É NOTÍCIA

Alitalia: Avaliação das classes Executiva e Premium

Alitalia: Avaliação das classes Executiva e Premium

Categoria: Nenhum

 

O mercado de aviação está passando por turbulências. É comum. Acontece no mundo todo. Mas enquanto para algumas companhias de aviação é hora de sair do Brasil, para outras, como a Alitalia, esta é a hora certa de investir. Acabei de voltar de Roma. Fui de premium e voltei de executiva, Magnifica, segundo a companhia. Veja aqui minha avaliação.

 
 

O ano de 2016 foi marcado pela saída de companhias aéreas do mercado brasileiro, entre elas as sofisticadas Korean Air e a Singapore Airlines. Japan Airlines, Tame e Sky Airlines já tinham interrompido as operações por aqui. A Etihad, que chegou há poucos anos, conquistou os brasileiros. Ampliou as possibilidades de rotas para a Ásia mas anunciou que deixará de operar no Brasil em 2017. Uma pena! Ainda por conta da crise, outras empresas, no entanto, fizeram a readequação  da malha área. Air France, Air Canada, Lufthansa, Gol e American Airlines.Esses ajustes, vale lembrar, são naturais do mercado e momentâneos. Basta um reaquecimento da economia para que sejam revistos. As empresas que continuarem a apostar no Brasil terão sim lucros. A Alitalia percebeu isso.


Crédito: Paulo Panayotis

E, ao contrário de outras companhias que resolveram sair do País, investiu e reformulou seu serviço por aqui.Levantamentos da Organização Mundial de Turismo (OMT) e da International Luxury Travel Market (ILTM) apontam que o turismo de luxo representa 3% do total de turistas no mundo. Em contrapartida o nicho é responsável por aproximadamente 25% de toda a receita gerada pelo turismo no planeta. Muitas companhias aéreas investem neste segmento. A Alitalia é uma das que reformularam suas aeronaves com maior conforto e gastronomia de qualidade.


Crédito: Paulo Panayotis

Neste último mês de novembro fui conhecer as novas classes premium e executiva da Alitalia. A companhia se prepara para conquistar boa parte dos passageiros que voam Etihad, aproveitando a saída da empresa do mercado brasileiro. Até porque boa parte da companhia italiana (49%) foi adquirida pela Etihad. Tem sentido para o mercado. E tem vantagens para o consumidor.


Crédito: Paulo Panayotis

Fui para Roma de classe premium. Para começar, o check in é feito em balcões prioritários, com atendentes muito gentis. Devo dizer que fiquei positivamente impressionado com toda a experiência. Além do voo sair com sete minutos de antecedência, a simpatia dos comissários de bordo me conquistou desde o início, capisce? Mas mais do que simples sorrisos, a Alitalia sabe aproveitar a simpatia que a empresa tem junto aos consumidores brasileiros.


Crédito: Paulo Panayotis

De saída, para quebrar aquele estresse natural antes da partida, me serviram um excelente prosecco (espumante italiano) na temperatura ideal. Ponto para a classe premium. Em seguida, vieram edredons e fones de ouvido de excelente qualidade.

PUBLICIDADE


Crédito: Paulo Panayotis

Na segunda taça de prosecco, mais relaxado, me dei conta de que me sentia muito confortável. Foi aí que notei o tamanho das poltronas. Seguramente as maiores que já viajei nesta classe. Outras empresas aéreas têm este tipo de espaço apenas na classe executiva. Outro ponto positivo.


Crédito: Paulo Panayotis

A refeição também foi acima da média servida nesta categoria. Claro, regada a prosecco. O restante do voo foi muito confortável.


Crédito: Paulo Panayotis

Observação: o serviço de entretenimento de bordo nao está a altura da renovação feita. Precisa melhorar.


Crédito: Paulo Panayotis

Desembarquei em Roma com a certeza de que a Alitalia se renovou desde o último voo que fiz com ela.


Crédito: Paulo Panayotis

No retorno, foi a vez de conhecer a nova classe executiva da Alitalia, denominada a Magnifica! Ah, só mesmo os italianos para chamarem a Business class de Magnifica! O melhor é que foi mesmo uma viagem magnífica.Se a Premium deixou boas impressões, a executiva, digo, a Magnifica, deixou saudades.


Crédito: Paulo Panayotis

Pra começar acesso à Casa Alitalia, como é chamado o novo lounge exclusivo no aerporto internacional de Roma – Fiumicino. Enogastronomia italiana, salas de descanso, duchas novinhas em folha e um atendimento para lá de atencioso.


Crédito: Paulo Panayotis

No embarque, desde a entrada no avião, passando pelo menu, até o conforto das poltronas, tudo foi meticulosamente planejado.


Crédito: Paulo Panayotis

Poltronas largas, com várias opções de posição, edredom e travesseiros à altura da nova classe.


Crédito: Paulo Panayotis

Tudo com grife, a exemplo das amenities Bulgari. “Molto chique!”


Crédito: Paulo Panayotis

A carta de vinhos é excelente.


Crédito: Paulo Panayotis

As entradas, pratos principais e sobremesas executadas com a maestria da gastronomia italiana de alto nível e serviço à la carte. E café… Ah, um ‘magnífico’ espresso servido em xícaras de porcelana na temperatura ideal: muito quente! Os detalhes do menu publicarei em breve com todas as “italianisses” de dar água na boca. Desembarquei em São Paulo com a sensação de estar descansado e a certeza de que voarei ainda mais Alitalia. Aliás, próximo voo ainda neste mês de Dezembro… com a magniifica da Alitalia de novo.


Crédito: Paulo Panayotis

Ah… mais um detalhe. Não é a toa que a empresa  ganhou, pelo segundo ano consecutivo, o título de Superbrands. O que significa isso? Simples: que a marca Alitalia, integrante da aliança SkyTeam, faz parte de um seleto grupo de elite de marcas internacionais que é referência para milhões de consumidores em todo o mundo. “Este prêmio faz com que o orgulho que sentimos da Alitalia seja ainda mais tangível, afirma Marco Martinasso, vice-presidente de marketing da empresa. Nossa marca, completa ele, embarcou em uma nova jornada e a nossa nova identidade corporativa nos permite trazer o estilo da Alitalia  em tudo o que fazemos e para todo o mundo. Estamos de olho no futuro.”


Crédito: Paulo Panayotis

De fato, eu, que já tinha uma grande simpatia pelos italianos e pela sua companhia aérea, passei a ter respeito e admiração pelo serviço que encontrei a bordo. Resta agora torcer para que mantenha o nível e melhore sempre, vá bene? Gracie tanto bambini!


Crédito: Paulo Panayotis

O jornalista viajou a convite da Alitalia com seguro viagem Travel Ace. Para informações e reservas acesse: www.alitalia.com.br

Dez 2016